Sobre Anabela Sobrinho

Sempre gostei da cor e fui criada no meio dela, nas paredes externas das casas e nos azulejos brilhantes dentro e fora das casas em Portugal. Nasci em 1952, em Lisboa, sua capital. Um lugar deslumbrante, acrescentarei. Como uma criança do ensino fundamental, meu desejo para o futuro era ser professora para poder desenhar com giz colorido no quadro-negro. Era tudo o que tínhamos então, ardósia e giz. Minha irmã e eu passávamos as tardes de verão, depois de acordar da sesta, desenhando em nossa varanda com vista para as árvores e os prédios bem à nossa frente. Era sempre agradável, ainda mais se passamos a manhã inteira na praia, como fazíamos nos nossos 3 meses de longas férias de verão. A escrita desenvolveu-se pouco depois. E, portanto, nunca desisti de nenhum dos dois, apesar de muitos obstáculos à vida, como todos nós experimentamos.

CV e declaração do artista

Declaração do artista